Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

The Warden at the Gates of Chance

“O God, who hast given unto Thy blessed Apostle Peter the keys to the kingdom of heaven, and the power to bind and loose: grant that we may be delivered, through the help of this intercession, from the slavery of all our sins: Who livest and reignest world without end. Amen.”




When the ashes of Lent are announced and the forty days of passion commences, the tide of Holy St. Peter is set in motion. The divine gaze is covered with violet cloth and all grace is hidden – as is the acts and actions of man. These forty days represent the days the anointed one spent in the desert, where he was tempted forsake his destined station. The forty days in the wilderness is the days of ashes and dust, a proverbial tide of gloom and adversity where man is left to face his own trials and tribulations and polish his own mirror and see how it reflects the divine on the day of resurrection. Lent start a period that culminates with Holy Friday, the day of the Lord’s death, where for one night the divine pot…

Obà t’ Álá - Lord of the White Cloth makes Dreams manifest

Obàtálá belongs to the class of spiritual forces known as funfun. The word mans simply ‘white’. The word fún, which funfun might be a development from or at least have a relationship with do bring the idea of ‘giving’ in the form of applying something as a gift. For instance, fún obinrin means to make a woman’s womb pregnant. From this we might suggest that the word funfun refers to an ability of whiteness to impregnate matter. The whiteness is of course a reference to a sattvic state, to borrow a vedic term. It is the tranquil peace of the mind that carries all possibility. Funfun is contrasted to dudu, or black by dudu representing the forces that, in the words of Awo Falokun, ‘removes the veil of mystery that surrounds the Source of Creation’. We also have a third class, the awon pupa, ‘mysteries of red’, which are spiritual forces intimately related to the blood, the heart, passions and the possibilities for germination of any sort. The use of awon pupa is always a reference to pa…

Spirit of the Mother of Death

We fear death and we fear the darkness as we fear adversity and depression. The darkness holds the unspoken and mysterious and man is generally scared of the unknown. Who knows what will happen it we indulge the unknown and the darkness? In Ifá metaphysics darkness is born in the olódù given the name Òyèkúnméjì, which is an elision of O yeye iku, which means ‘Spirit of the Mother of Death’ – but what is death f it is not the end of something – a promise of a new beginning? By daring the darkness, to dare yourself to enter a new cycle is begun and if your life at this point is not what you want it to be, Òyèkúnméjì, brings a promise of change. She is the darkness following the flash of light. She is the space of contemplation and promise after the break of light. Baba Awo Falokun says that she is the invisible dimension, the aye akamara, the very Source of Creation, the womb from whence Nature ‘red in claw and tooth’ sprang forth in the words of Robert Graves and Robert Cochrane. Icons…

Os Conclaves de Lúcifer

To read this text in English, click here
"É necessário saber que a glória de Deus preenche toda a Terra e não há espaço vazio Dele. Ele preenche todos os mundos e cerca todos os mundos...
Sem Sua divindade, eles não teriam vida e não haveria qualquer existência.
A única limitação é que quanto mais baixo o nível, maior é Tzimtzum (contração) de Sua divindade ali, e mais é recoberta com camadas de tecido."— Meshivat Nefesh

Lúcifer é um agente espiritual, e mais e mais usado para legitimar a atividade anti-tradicional. Tem-se presenciado nos últimos anos uma concentração de ordens e igrejas estabelecendo cultos ao 'adversário', geralmente visto como um espírito misantrópico, jinn ou deidade que sustenta uma promessa de conhecimento para o mau e o forte. Se olharmos para os vários mitos e lendas que contam particularmente a queda de Lúcifer, veremos que ela foi relacionada à desobediência de prestar respeito a Adão, ao prostrar-se em frente à imagem do criador. A razão que I…

The Conclaves of Lucifer

Para ler este texto em português, clique aqui

"One needs to know that God's glory fills the whole earth and there is no
place empty of Him. He fills all worlds and surrounds all worlds.....Without
His divinity they would have no life and existence at all. The only
limitation is that the lower the level the greater the Tzimtzum
(contraction) of His divinity there, and the more it is clothed in layers of
clothing."

— Meshivat Nefesh


Lucifer is a spiritual agent more and more used in order to legitimate anti traditional activity. The latter years has seen a concentration of orders and churches establishing cults to ‘the adversary’, often seen as a misanthropic spirit, jinn or deity that upholds a promise of knowledge for the wicked and strong. If we look at the various myths and legends telling of the particular fall of Lucifer it is ascribed to the disobedience of paying respect to Adam, to prostrate in front of the image of the creator. The reason Iblis Iblis refers to - rather i…

Thy-Will-Be-Done

A perfect Thy-Will-Be-Done state of spiritual life was this and it is exquisitely reflected in the following verses of Mansur Hallāj:“Thy will be done, O my lord and Master!Thy will be done, O my purpose and meaning!O essence of my being, O goal of my desire,O my speech and my hints and my gestures!O all of my all, O my hearing and my sight,O my whole and my element and my particle!”
From: The Packard Humanities InstituteTHE APHORISMS OF A FEMALESAINT

Malakim Veneris ou, Os Anjos de Vênus

To read this text in English, please click here

O Divino Feminino intriga e magnetiza o contemplador. As mulheres, como portadoras do Arcana Arconorum da Natureza é repetidas vezes vestida em verde e vermelho, em túnicas de prostitutas e rainhas, fadas e nobres de todos os tipos. Ela é o Norte, ela é a Água, ela é a caverna e a tensão da escuridão. Ela é o momento da morte e o desdobrar da Natureza em máscaras e disfarces de todas as formas e modas.
Ela é a Sorveira e ela é Salgueiro a rosa sangrenta que se suspensa dentre o selvagem bosque verde. A runa ‘ken’ é às vezes associada com o poder da Sorveira e sua madeira vermelha, falando de sangue e luxúria, como o Salgueiro fala da grandeza confortável e consolo de mulher. Mulher é mistério, conforto e aniquilação, como falam as três Marias (Alnitak, Alnilam and Mintaka) compondo o cinto do Grande Caçador, Órion. Como tal ela é o cinturão de proteção, a linha secreta no peito do guerreiro.
Assim como o tempo degenera e a luz divina se tu…

A Bruxa de Vênus

To read this text in English, click here




Como a Bruxaria pode ser compreendida de um ponto de vista Tradicional? A questão demanda um esclarecimento de termos, especificamente o que é bruxaria e em que implica o termo ‘tradicional’. Começando pelo último, tradição, são dadas muitas interpretações estranhas, muito comumente falando de sua hereditariedade arcana, e de formas puramente lineares e modernamente históricas. Isto significa que nossa cosmovisão moderna tende a impor uma hegemonia entre oposições, visando o consenso que não é necessariamente verdadeiro, mas que reflete uma aliança gerada pelo discurso contemporâneo. Isto deve nos dizer que os termos modernos tendem a ser frágeis, como todo discurso é por natureza frágil e volátil – sujeito às mudanças discursivas como são. A fragmentação da verdade em opinião pessoal, e a dificuldade entre a oposição para se alcançar a verdade testemunha a dificuldade de se descobrir o que está realmente no nome, um termo e um conceito. Isto po…

O Tremor da Prostituta Sagrada

To read this text in English click here


Algumas considerações sobre o papel da Mulher e a Magia Sexual


A energia do sagrado tremor que passa pela pessoa comum a escraviza.
Considerando que esta mesma energia libera a pessoa que está no caminho.
- Yoga Spandakarika

Todas as coisas feitas sagradas por intenção, sejam artigos como velas e perfumes, são freqüentemente compreendidas como sendo suficientes para fazer com que o ato sexual seja sagrado. Criar uma atmosfera experimentada como sagrada e chamar a isto de tantra parece ser a receita freqüente da magia sexual no mundo ocidental moderno. Existem particularmente duas atitudes comumente encontradas em meio a magistas e 'aspirantes a magos', que sugerem serem produzidas por visões distorcidas sobre a sexualidade e o que a faz sagrada. Uma delas é a idéia da mulher como sendo meramente uma receptora do poder, uma prostituta sagrada, cujo valor mágico é medido pelo seu nível de apetite sexual. A outra visão errada parece ser na co…

Inúkògún - Aquele que é Torto por Dentro

Click here to read this text in English

Às vezes a vida segue rumo à encruzilhada, onde as decisões precisam ser tomadas, e ao tomar as decisões erradas o diabo é quem é culpado – e o diabo se transforma na idéia de inimigos, tanto no singular como no plural. A conclusão ‘lógica’ é que estamos sob ataque e magia é a solução. Mas esta lógica muito frequentemente pertence à sociedade material e aos mecanismos, igualmente modernos, da psicologia.
Às vezes as pessoas estão realmente sob as sombras de algo maléfico, mas estes casos são raros – mais comumente estes são casos de auto-maldição. Estes são tipicamente notados pela inquietude, raiva e paranóia.
Estes poderes motivam a pessoa afligida a buscar uma solução mágica, sem perceber que uma solução mágica aplicada a situações como estas são como cortar uma árvore com um martelo – tende a carecer de precisão, desde que a raiz da condição não é atingida e sim um amontoado de efeitos.
O auto-amaldiçoado típico é mencionado nos Odù Ifá, em omod…

Inúkògún – He who is Crooked inside

Clique aqui para ler este texto em Português

At times life runs towards a crossroad where decision has to be made and upon making the wrong decision the devil is to be blamed – and the devil transforms into the idea of enemies both singular and plural. The ‘logical’ conclusion is that we are under attack and magic is the solution. But this logic quite often belongs to material society and the equally modern mechanisms of psychology. At times people are truly under the shadows of something malefic, but these cases are rare – more common are the cases of self hexing. These are typically noticeable by restlessness, anger and paranoia. These powers motivate the afflicted person to search for a magical fix, not realizing that a magical fix applied to situations like this is like cutting a tree with a hammer – it tends to lack precision as the root of the condition is not addressed, but rather a cluster of effects. The typical self hexer is spoken of in the Odù Ifá, in the omodu ìkáwòrì wher…